Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O SOM DA GENTE

O SOM DA GENTE

21
Mai14

X ENCONTRO CULTURAL DE SÃO CRISTÓVÃO DE LAFÕES

somdagente

Ao encontro de histórias e património, decorreu, no passado fim-de-semana, no Mosteiro de São Cristóvão de Lafões o décimo encontro cultural.

A organização esteve a cargo da Associação dos Amigos do Mosteiro de São Cristóvão de Lafões e do Departamento dos Bens Culturais da Diocese de Viseu.

No encontro deste ano, estiveram em debate propostas em torno de temáticas monásticas que ajudam a perceber o fenómeno do monaquismo à luz das memórias, pela escrita e pela obra de arquitectura.

No primeiro painel foram oradores o Prof. Doutor António Resende Oliveira, da Universidade de Coimbra, e o Prof. Doutor José Augusto Pizarro, da Universidade do Porto.

Na foto, os dois conferencistas ladeiam a Profª Doutora Maria Alegria Marques da Comissão Cientifica do encontro.

O primeiro orador abordou o tema: o trovador e o monge - a Ordem de Cister nos círculos trovadorescos galego-portugueses.

Depois,José Augusto Pizarro, discípulo de José Mattoso e de Luís Adão da Fonseca, um nome consagrado na investigação da nossa História Medieval, falou das Monjas e Filhas d`Algo - a aristocratização do monacato feminino nos séculos XIII e XIV.

 

Ainda na sexta-feira, os congressistas ouviram falar do cronista Frei Manuel dos Santos, monge cisterciense de Alcobaça e, da parte da tarde, foram até ao Mosteiro de Santa Maria de Maceira Dão que se encontra em estado de conservação muito preocupante.

Na manhã de sábado, falou-se dos sítios e da obra monástica no património português, com a Doutora Luísa Jacquinet, o arquitecto João Carlos dos Santos e a Profª Doutora Inês Amorim.

Fotos:Alcides Riquito

 

16
Mai14

...

somdagente

 

José Figueiredo Martins nasceu na freguesia de S. Félix, concelho de S. Pedro do Sul, em 1942.

Filho de família numerosa, desde novo foi para o comércio. Primeiro como caixeiro e depois como empresário.

Nesta área, foi emigrante no Congo Belga, hoje República Democrática do Congo.

É da sua história de vida, com destaque para os anos que passou em África, que nos vai falar no próximo programa de O Som da Gente.

 

A par da sua vida profissional, ligada ao comércio, a música foi uma paixão que sempre o acompanhou.

Aprendeu o solfejo com o Sr. Manuel Oliveira, de Vila Nova, também na freguesia de S. Félix.

Um bandolim com mais de cem anos é o seu instrumento de corda preferido e, nos últimos meses, vem também dedicando algum tempo à prática do órgão.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D