30 de Outubro de 2009

 

 

 

Pendilhe é uma freguesia do concelho de Vila Nova de Paiva, nos limites com o concelho de Castro Daire, na encosta ocidental da serra da Nave e na margem esquerda do rio Mau.
A igreja paroquial de Pendilhe, feita em granito amarelo da região, já foi objecto de estudo em trabalhos académicos, sofreu várias alterações ao longo dos anos e está enquadrada num largo vistoso e bem arranjado.
Foi neste local que o próximo programa de O SOM DA GENTE iniciou a visita à freguesia, guiados pelo octogenário José Gonçalves, aqui conhecido por Zé Carriço, que embora não tenha andado na escola revela profundo saber da cultura popular, com registos históricos sobre a vida da sua terra nos últimos anos.
 
 
 
Muito recentemente, foi inaugurado em Pendilhe o Museu Rural integrado num projecto do Centro Rural do Alto Paiva e que abrange freguesias de Castro Daire e Vila Nova de Paiva.
O edifício tem, para além de salas para utilização de internet e biblioteca, no rés-do-chão, o tal espaço museológico onde se guardam peças originais da vida social, laboral e religiosa das gentes de Pendilhe.
O museu fica situado no cimo do povo, ao lado de um interessante conjunto de tradicionais espigueiros com a respectiva eira.
 
 
Ainda inserido neste conjunto foi mandado construir pela junta de Freguesia um forno colectivo que serve a população do lugar.

Dona Alice, uma das mulheres da terra que sabe todos os segredos da confecção do pão (de milho, centeio, trigo e de ovos) segundo a tradição, explicou à nossa reportagem o funcionamento deste equipamento colectivo construído sob a direcção do acima mencionado Zé Carriço utilizando apenas materiais oriundos da região.

 

Fotos:Alcides Riquito

publicado por somdagente às 16:00
02 de Outubro de 2009

 

Depois de umas longas férias de verão, regressamos tentando satisfazer o desejo de muitos e fieis ouvintes por quem vamos teimando em continuar com este projecto rádio que é o programa O Som da Gente.

 

Regressamos com uma reportagem feita ao pé da porta da hoje cidade de S. Pedro do Sul, mais concretamente no Bairro da Ponte.

 

Como poderão ouvir, no próximo domingo das 9 às 10 horas, o bairro da Ponte conta com história e tradição a que estão ligados nomes das artes (ferreiros, marceneiros, padeirras, ferredores, alfaiates e sapateiros) e também alguns nomes de personalidades com nome a nível nacional.

 

O nosso cicerone é um dos filhos ilustres do lugar, o Dr. Carlos Matias, que estudou e ganhou a vida em Lisboa mas que foi sempre mais sampedrense que lisboeta.

publicado por somdagente às 15:13
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Acabo de ouvir e visualizar a 2ª parte da vossa re...
Acredito e aceito. Isto foi o que se conseguiu ap...
Esse sr.Antonio Silva meu vizinho e compradre e am...
Apraz-me dizer, que Deus lhes dê força para conti...
Fico com água na boca.Quero VER!Abraço
Amigo e Senhor Fernando Luís,Parabéns pelo excelen...
Olá boa noiteO meu nome é Dina Cruz e sou técnica ...
Quando escreveram (e cito): "Em 1959, aqui nasceu ...
Intereessante!... Um espaço a ter em conta!
Conheci o Prof. Zé Fernando há 30 anos. Já nessa é...
blogs SAPO